Significados e funções do código de status 4xx

Publicado por: Alex Shashenko 2024-01-29 all articles | Glossary | FAQ

Todo mundo que navega na Internet com frequência, pelo menos uma vez na vida, já se deparou com a situação em que há uma mensagem técnica em vez de uma página da web esperada. Esta é uma notificação sobre o status atual da página da web e inclui informações valiosas que explicam resumidamente o que aconteceu com esta página da web. Na maioria das condições, para os usuários é literalmente apenas um notificador que diz que a página da web está inacessível de uma forma ou de outra. Por outro lado, para webmasters é um sinal de que algo está sendo processado ou precisa ser consertado.

Em circunstâncias normais, esse notificador desaparece quando você recarrega a página da Web ou continua aparecendo porque algo aconteceu. Ou seja, o surgimento do código de status 400 significa que o URL da página da web foi digitado incorretamente. E todo o conjunto de notificadores a que pertence, ou códigos 4xx, normalmente trata de diversas situações sempre que a solicitação foi despachada incorretamente e não houve resposta adequada.

Embora para os webmasters essa seja rotineiramente uma pequena falha no servidor, há situações em que esses tipos de problemas precisam de um diagnóstico rápido para serem identificados e resolvidos rapidamente pelos webmasters. É por isso que é vital obter conhecimento sobre variedades de notificadores HTTP e 4xx em particular, ou, no mínimo, estar familiarizado com locais onde obter uma explicação completa.

Grupo de códigos de status 400 em poucas palavras

400 grupo de códigos de status

Para obter uma compreensão completa dos notificadores 400-499, os webmasters precisam primeiro obter mais informações sobre todas as mensagens codificadas em HTTP, pelo menos em um sentido geral. Porque este conjunto específico de notificadores é apenas um entre cinco outros, e todos esses conjuntos são distinguíveis por suas próprias características, situações de aplicação e erros incluídos.

Quase todas as informações sobre eles, literalmente, são armazenadas no banco de dados MDN da Mozilla ou na RFC 2616 feita pela IETF, a equipe que gerencia literalmente todos esses códigos. Mas você não precisa estudá-los completamente se for um novato e quiser se familiarizar com esses grupos notificadores sem se aprofundar muito no assunto.

  • O grupo notificador 1xx trata do prolongamento do carregamento de dados - essas mensagens significam que está tudo bem, mas algo precisa de muito tempo para terminar. Geralmente é visível apenas para webmasters.

  • A categoria de código 2xx normalmente não é vista pelos usuários e notifica sobre circunstâncias usuais sempre que o servidor opera sem problemas em qualquer nível.

  • Os notificadores 3xx tratam de redirecionamentos. Inclui todos os tipos de notificadores quando o servidor precisa responder enviando o usuário para outro diretório.

  • As notificações 4xx são basicamente mensagens para o usuário e para o webmaster de que o cliente ou o servidor estragou alguma coisa ao tentar acessar a página da web ou outros dados.

  • O conjunto de códigos 5xx trata de circunstâncias ruins no servidor, contando várias coisas, desde problemas de conexão até sua configuração incorreta incluída.

Como foi dito, os notificadores 4xx tratam de questões do lado do usuário. Incluindo erros de digitação de URL, falta de direitos de acesso ou outras coisas que inibem a conclusão bem-sucedida do procedimento de processamento. Como situações em que a página está inacessível ou foi apagada.

Códigos 4xx comuns e seus significados

Códigos 4xx comuns

Sendo um grupo bastante grande, 4xx tem um lote de vários subcódigos começando em 400 e indo até 499 código de status. E embora nem todos sejam preenchidos pela IETF, ela ainda possui uma grande variedade de números designados para notificadores.

O notificador mais recorrente e normalmente encontrado neste lote é, obviamente, 404 - Not Found. Este notificador com o código de status 404 indica que a página da web está inacessível, oculta ou inexistente. Mas não é o único código que está nesta categoria - há uma grande coleção deles e eles podem até ser agrupados vagamente.

  • 401 - Não autorizado. O código de status 401 é exibido se não houve autorização adequada antes de visitar o site.

  • 403 - Proibido. O notificador do código de status 403 aparece se os direitos de acesso forem insuficientes, mesmo após a autenticação.

  • 404 - Não encontrado. O notificador do código de status 404 define que o procedimento de solicitação está buscando dados realocados indevidamente, inexistentes ou ocultos.

  • 405 - Método não permitido. O código de status 405 define que o servidor está proibindo o procedimento de acesso utilizado.

  • 406 - Não aceitável. O notificador do código de status 406 é exibido quando a pesquisa exigida ou o procedimento de consulta não podem ser concluídos.

  • 407 - Autenticação de proxy necessária. O notificador do código de status 407 informa que é necessária autorização no proxy.

  • 408 - Tempo limite da solicitação. O código de status 408 define que algo inibe a rede e causa lentidão crítica em um dos lados, tornando a solicitação muito lenta para continuar.

  • 409 - Conflito. O notificador do código de status 409 ocorre se houver configurações incompatíveis ou conflitantes, levando em consideração ambos os lados do par usuário-servidor.

  • 410 - Desaparecido. O notificador do código de status 410 diz que o recurso foi apagado irreversivelmente do servidor.

  • 413 - Carga útil muito grande. O notificador do código de status 413 é utilizado se a solicitação incorporar muitos dados para serem manipulados.

  • 414 - URI muito longo. Este notificador de código de status 414 surge se o URI (geralmente, URL) tiver um número maior de caracteres do que é possível aceitar.

  • 415 - Tipo de mídia não suportado. O código de status 415 é um notificador autoexplicativo que define que a imagem, áudio ou vídeo enviado tem um formato não compatível e a operação não continuará.

  • 422 - Entidade não processável. O notificador do código de status 422 indica que a solicitação contém informações danificadas ou que há mau funcionamento do servidor que está interferindo na conclusão do procedimento.

  • 424 - Dependência com falha. Este notificador de código de status 424 é exibido se a última solicitação na consulta não funcionar corretamente e a continuação encadeada da próxima for impossível.

  • 429 - Muitas solicitações. O notificador autoexplicativo incorpora o código de status 429 se o número de tentativas de buscar os dados do servidor exceder seu limite predefinido.

  • 431 - Campos de cabeçalho de solicitação muito grandes. O notificador de código de status 431 será exibido se uma solicitação incorporar um cabeçalho muito grande que seja impossível de manipular nas configurações atuais.

  • 443 - Falha no handshake SSL/TLS. O código de status 443 é exibido sempre que há conflitos com certificados SSL ou TLS. incluindo expiração e configuração incompatível.

  • 451 - Indisponível por motivos legais. O código de status 451 será incorporado a um notificador somente se o servidor for banido pela lei em uma determinada área ou em um país específico.

Além disso, raramente existem notificadores emergentes como o código de status 417, outros completamente obsoletos como o código de status 430 ou até mesmo mensagens feitas para diversão como 418 “Sou um bule de chá”. notificação criada especificamente para o Dia da Mentira'. Dia em 1998.

Como pode uma solicitação falhar com código de status 400

como pode ser uma solicitação que falhou com o código de status 400

Quase todos os notificadores 4xx aparecem devido à atividade do usuário ou do software, mas às vezes isso pode ser corrigido apenas pelo webmaster. E todas as causas dos notificadores do conjunto de códigos 4xx são normalmente erros de digitação, imprecisões ou, em casos de problemas relacionados ao servidor, configurações mal configuradas. Portanto, embora às vezes possa ser uma falha do lado do servidor, em termos gerais todas as notificações 4xx são sobre o fato de que o recurso ou o conteúdo estão inacessíveis por algum motivo.

Levando em consideração os contratempos relacionados ao servidor, foi mencionado anteriormente que existe a possibilidade de sua configuração estar desarrumada. Começando pelo tamanho errado aceitável dos cabeçalhos ou até mesmo requisitos configurados incorretamente (erro 417) e até a falta de largura de banda ou até mesmo SSL ou TLS expirado.

Do ponto de vista de SEO, qualquer serviço de análise de mecanismo de pesquisa basicamente excluirá o site das filas SERP assim que qualquer um dos notificadores 4xx aparecer. Porque, considerando tudo, eles não serão capazes de buscar e armazenar em cache o site, portanto, não terão nada para analisar e nada para adicionar às filas SERP. E serão seguidas por situações em que o tráfego no site será reduzido e as classificações do site começarão a cair como se de repente ele se tornasse completamente inacessível.

A importância do código de resposta 400

400 importância do código de resposta

Para webmasters, o aparecimento de notificações 4xx em logs ou para usuários transmite que há uma enorme possibilidade de que a situação piore se não for diagnosticada e corrigida. Além disso, significa convencionalmente que algo no servidor foi configurado incorretamente durante a configuração inicial ou na última atualização. Para esclarecer o caso, 404 ou 410 estão dizendo que o objeto exigido foi movido ou apagado permanentemente sem qualquer redirecionamento. Ou se o servidor retornou 409, então sua configuração pode estar incorreta.

Além disso, como foi mencionado acima, os notificadores 4xx que aparecem para os usuários são basicamente o sinal para qualquer webmaster consertar as coisas o mais rápido possível para evitar problemas de SEO do site e suas classificações SERP atuais. Pode ser difícil para a equipe retornar às posições anteriores nas filas se a situação com mensagens 4xx passar despercebida ou não for corrigida por muito tempo. Porque será basicamente o mesmo que quando o site está inacessível e não pode ser carregado completamente apesar de estar em condições de funcionamento.

Além disso, considerando tudo o que foi mencionado acima, os problemas do 4xx certamente afetarão negativamente a experiência do usuário. Porque se o problema estiver do lado do cliente, ele não desaparecerá, não importa o que o usuário faça. E se não for corrigido, será um acidente do mesmo grau que para o SEO - os usuários não conseguirão acessar o site, não importa o quanto tentem.

Como corrigir o código de resposta 400

como corrigir o código de resposta 400

O melhor método para lidar com o aparecimento de notificadores 4xx é monitorar o site com ferramentas poderosas, além de verificar constantemente os logs do servidor. Para colocar o caso em questão, qualquer webmaster poderia usar serviços de monitoramento automatizado oferecidos pela plataforma Host-Tracker. Particularmente, possui uma ferramenta conveniente de monitoramento HTTP que verificará os notificadores retornados com códigos de vários lugares ao redor do mundo.

Levando em consideração que esta ferramenta funciona como um cliente, o kit de ferramentas Host-Tracker pode reproduzir basicamente qualquer retorno 4xx, exceto aqueles relacionados a problemas do lado do usuário. E o mais importante, os pontos de acesso ao redor do mundo podem até descobrir a aparência do notificador 451 para locais e o estado do site como proibido pela lei junto com ele.

Resolver a maioria dos contratempos vinculados a esse grupo de notificações não é, de forma alguma, muito problemático para os webmasters. Porque todos eles estão vinculados à acessibilidade no servidor, de uma forma ou de outra. Portanto, quer os dados tenham sido movidos ou apagados, a configuração das reações do cabeçalho tenha sido configurada incorretamente, o certificado SSL/TLS atual tenha expirado ou qualquer outra coisa associada tenha acontecido, o próprio notificador apontará na direção certa e o webmaster só precisará para reconfigurar a origem do problema para resolvê-lo.

Mas resolver o problema não é o único problema aqui quando se trata do lado do usuário. Preparar e ajustar mensagens de notificação para os usuários também é essencial. E embora o webmaster não seja responsável pelos códigos em si, os notificadores são ajustáveis para serem fáceis de usar e informativos. Mas eles não devem ser muito longos e pesados para ler. Em vez disso, devem ser apresentados como técnicos, curtos e compreensíveis para qualquer pessoa, sem que eles tenham conhecimentos de tecnologia. E pode até conter redirecionamentos para páginas da Web acessíveis ou úteis no site.

Conclusão

Considerando tudo isso, os notificadores 4xx com códigos HTTP e informações sobre eles são essenciais para todos os aspectos do site. Sejam procedimentos de manutenção, estabilidade do site, classificação SERP ou experiência do usuário – todos eles podem ser afetados pelo aparecimento de quase qualquer código do grupo. Levando isso em consideração, é altamente vital manter tais ocorrências sob controle por todos os meios. E o melhor método para fazer isso é manter o site sob monitoramento constante com a ajuda de ferramentas poderosas como a plataforma Host-Tracker, que possui métodos para encontrar qualquer um dos notificadores 4xx do lado do servidor assim que o problema ocorrer.

Perguntas frequentes

O que é o código de status 400?

Basicamente, este notificador indica um erro de digitação ou um endereço da página da Web digitado incorretamente.

O que é o código de status 404?

Esta mensagem aparece sempre que a página da web está inacessível ou oculta.

O que é o código de status 401?

Esta notificação 4xx informa que é necessário fazer login na conta com direitos de acesso para continuar.

O que é o código de status 403?

Este notificador é como 401, mas diz que os direitos de acesso são insuficientes mesmo após a autenticação.

O que é o código de status 429?

Esta mensagem específica diz que foram feitas muitas tentativas de acesso à página da Web e, portanto, elas não serão concluídas.

Lista de referências à documentação HTTP oficial e recursos para webmasters

1. Documentação oficial HTTP:

Fielding, R., Gettys, J., Mogul, J., Frystyk, H., Masinter, L., Leach, P., & Berners-Lee, T. (1999). Protocolo de transferência de hipertexto - HTTP/1.1. IETF. RFC 2616. https://tools.ietf.org/html/rfc2616

Nottingham, M., & Fielding, R. (2020). Semântica HTTP. IETF. https://httpwg.org/http-core/draft-ietf-httpbis-semantics-latest.html

2. Guias para webmasters e desenvolvedores:

Documentos da Web da Mozilla Developer Network (MDN). Códigos de status de resposta HTTP. https://developer.mozilla.org/en-US/docs/Web/HTTP/Status

Google Webmasters. Central da Pesquisa Google: códigos de status HTTP. https://developers.google.com/webmaster-tools/v1/errors?hl=en

3. Ferramentas de monitoramento e resolução de erros:

Ajuda do Google Search Console. Relatório de erros de rastreamento (sites). https://support.google.com/webmasters/answer/35120?hl=en

Rastreador de host. Monitoramento de desempenho do site. https://www.host-tracker.com/en

Tags: usecase

Sobre o autor

Oleksii Shashenko
Chefe de Comunicação e Tecnologia da HostTracker. Alex faz parte da equipe desde os primeiros dias da empresa. Seu trabalho se concentra em relatórios comerciais, análise de estatísticas de banco de dados e administração de sistemas. Alex também se encarrega da comunicação com a equipe de desenvolvimento e clientes.
Loading...